Levamentento global sobre o metal tóxico será lançado em encontro para negociação sobre novo tratado. Restrições garantirão benefícios ao meio ambiente e à saúde.

Nairobi/Genebra – Entre 10 e 15 milhões de pessoas na África, Ásia e América do Sul enfrentam um crescente risco ambiental e de saúde por conta de exposição ao mercúrio, originário principalmente da mineração em pequena escala e do uso do carvão como combustível. É o que aponta o estudo Global Mercury Assessment 2013, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). De acordo com o levantamento, as emissões de mercúrio na mineração artesanal dobraram desde 2005.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s